ManyFoto.com: photos from the world.

Getting started:

  1. Select the country.
  2. Find location in the text box
    [ Type in an address or City/locality: ]
  3. If necessary change the search radius.
  4. If necessary you can move the marker on the map.
  5. Start the search with
    [ See the photos ]

Or use:

  1. [ Search in ManyFoto.com by Google ]
Note:
manyfoto.com uses the Flickr API but is not endorsed or certified by Flickr.
How to get to Germil (Viseu) Hotel Germil (Viseu)

Photos of Germil, Viseu

photos found. 44. Photos on the current page: 15
1 
1
Cabane de berger
Cabane de berger
  • Author: Gwy Arn Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2011-08-26 19:23:57
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'4"N - 7°44'44"W
  • abrigo de pastor Nossa Senhora da Ribeira (Portugal)
  • License*: All Rights Reserved - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Nossa Senhora da Ribeira
Nossa Senhora da Ribeira
  • Author: Gwy Arn Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2018-03-09 13:13:49
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'0"N - 7°44'39"W
  • Barragem de Fagilde, Beira Alta, Rio Dao
  • License*: All Rights Reserved - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Find the Best Accomodations located to Germil, Viseu
  • New deals listed every day
  • FREE cancellation on most rooms!
  • No booking fees, Save money!, Best Price Guaranteed
  • Manage your booking on the go
  • Book last minute without a credit card!
  • Find out more at Booking.com Reviews
Hotel Germil
Roman legacy
Roman legacy
  • Author: Artur Tomaz Photography Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2016-11-01 17:57:19
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'29"N - 7°42'15"W
  • Recently rebuilt Roman bridge over the "Dão" river
  • License*: All Rights Reserved - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Vineyard in colors
Vineyard in colors
  • Author: Artur Tomaz Photography Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2016-11-01 18:39:32
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'35"N - 7°41'53"W
  • The harvest is over and left the colors of Autumn... The Dão wine, produced in this vineyard, is a high value added product and is one of the endogenous potential of Penalva do Castelo county. On the slopes bathed by the river Dão, which divides the county, the vineyards benefit from specific climate, which, combined with the richness of the soil, allow the production of high quality wines.
  • License*: All Rights Reserved - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Nossa Senhora da Ribeira
Nossa Senhora da Ribeira
  • Author: Gwy Arn Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2015-05-01 09:03:32
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'2"N - 7°44'34"W
  • Église de Nossa Senhora da Ribeira, près de Penalva do Castelo, Portugal
  • License*: All Rights Reserved - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Trancozelos - Portugal
Trancozelos - Portugal
  • Author: Portuguese_eyes Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2014-09-05 09:59:02
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'28"N - 7°42'48"W
  • License*: Attribution-NonCommercial-ShareAlike License - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Senhora da Ribeira - Portugal
Senhora da Ribeira - Portugal
  • Author: Portuguese_eyes Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2014-09-05 09:58:42
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'1"N - 7°44'35"W
  • License*: Attribution-NonCommercial-ShareAlike License - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Mosteiro do Santo Sepulcro - Trancozelos - Portugal
Mosteiro do Santo Sepulcro - Trancozelos - Portugal
  • Author: Portuguese_eyes Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2014-04-28 22:26:18
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'38"N - 7°41'49"W
  • A fundação do Mosteiro de Santo Sepulcro, o primeiro da Península Ibérica desta ordem canónica e militar, deve-se à iniciativa de D. Teresa e remonta aos início da nacionalidade. O mosteiro e a povoação, que então passou a ser denominada por Vila Nova do Santo Sepulcro, cresceram durante as centúrias seguintes, beneficiando dos bens que lhe foram sendo doados (SILVA, 1988, p. 83). A este ciclo positivo sucedeu um outro, de decadência, que conduziu o mosteiro à dependência da Comenda de Sezures que, em 1492, ainda mantinha a ligação à segunda casa da Ordem do Santo Sepulcro, sediada em Águas Santas. Todavia, uma bula pontifícia de 1489 ordenara já a união do mosteiro do Santo Sepulcro à Ordem de Malta, razão pela qual se observam várias cruzes, características destes cavaleiros, na antiga cerca monástica (Processo de Classificação, IPPAR/DRC). Com a extinção das ordens religiosas, em 1844, a propriedade foi adquirida pelos Albuquerque, da Casa da Ínsua. As dependências do mosteiro foram transformadas em habitação, configurando uma "casa de pátio fechado", sobradada e com balcão, envolta pelos edifícios de apoio. A igreja, dedicada a Santa Maria de Águas Santas de Vila Nova do Mosteiro, encontra-se em precário estado de conservação (Processo de Classificação, IPPAR/DRC). Trata-se de um templo românico, de dimensões reduzidas, com fachada principal em empena truncada pela sineira, numa solução comum no Norte do país. O portal é definido por duas arquivoltas de volta perfeita com impostas salientes, uma das quais apresenta uma cruz da Ordem do Santo Sepulcro. No interior, de nave única, esta articula-se com a capela-mor através de arco triunfal quebrado. Conservam-se ainda, nas antigas dependências conventuais, várias marcas epigráficas, e há notícia da existência, sob a nave, de sepulturas antropomórficas (ALMEIDA, 1942, p. 18). O acesso ao mosteiro é feito através de uma calçada certamente tardo-medieval, assinalando-se ainda, nas proximidades, uma ponte sobre o rio Dão, com certeza ligada ao mosteiro e à sua fundação. (RC) www.ippar.pt/pls/dippar/pat_pesq_detalhe?code_pass=155820
  • License*: Attribution-NonCommercial-ShareAlike License - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Senhora da Ribeira - Portugal
Senhora da Ribeira - Portugal
  • Author: Portuguese_eyes Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2014-03-06 23:47:30
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'1"N - 7°44'35"W
  • See where this picture was taken. [?]
  • License*: Attribution-NonCommercial-ShareAlike License - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Ponte Medieval de Trancozelos - Portugal
Ponte Medieval de Trancozelos - Portugal
  • Author: Portuguese_eyes Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2013-02-28 00:05:24
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'30"N - 7°42'15"W
  • Antiga Ponte sobre o rio Dão, construída no período romano e posteriormente substituída por uma outra no período medieval. É uma ponte feita com grandes lajes de granito. O tabuleiro tem cinco metros de largura, um paramento de perfil em V com dois arcos e um talha-mar. Não está em uso devido ao estado de conservação. Perto encontra-se um Nicho do século XVII que apresenta uma cruz insculpida. www.geocaching.com/geocache/GC382RR_ponte-medieval-de-tra... See where this picture was taken. [?]
  • License*: Attribution-NonCommercial-ShareAlike License - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Mosteiro do Santo Sepulcro - Trancozelos - Portugal
Mosteiro do Santo Sepulcro - Trancozelos - Portugal
  • Author: Portuguese_eyes Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2013-08-05 09:52:41
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'39"N - 7°41'48"W
  • A fundação do Mosteiro de Santo Sepulcro, o primeiro da Península Ibérica desta ordem canónica e militar, deve-se à iniciativa de D. Teresa e remonta aos início da nacionalidade. O mosteiro e a povoação, que então passou a ser denominada por Vila Nova do Santo Sepulcro, cresceram durante as centúrias seguintes, beneficiando dos bens que lhe foram sendo doados (SILVA, 1988, p. 83). A este ciclo positivo sucedeu um outro, de decadência, que conduziu o mosteiro à dependência da Comenda de Sezures que, em 1492, ainda mantinha a ligação à segunda casa da Ordem do Santo Sepulcro, sediada em Águas Santas. Todavia, uma bula pontifícia de 1489 ordenara já a união do mosteiro do Santo Sepulcro à Ordem de Malta, razão pela qual se observam várias cruzes, características destes cavaleiros, na antiga cerca monástica (Processo de Classificação, IPPAR/DRC). Com a extinção das ordens religiosas, em 1844, a propriedade foi adquirida pelos Albuquerque, da Casa da Ínsua. As dependências do mosteiro foram transformadas em habitação, configurando uma "casa de pátio fechado", sobradada e com balcão, envolta pelos edifícios de apoio. A igreja, dedicada a Santa Maria de Águas Santas de Vila Nova do Mosteiro, encontra-se em precário estado de conservação (Processo de Classificação, IPPAR/DRC). Trata-se de um templo românico, de dimensões reduzidas, com fachada principal em empena truncada pela sineira, numa solução comum no Norte do país. O portal é definido por duas arquivoltas de volta perfeita com impostas salientes, uma das quais apresenta uma cruz da Ordem do Santo Sepulcro. No interior, de nave única, esta articula-se com a capela-mor através de arco triunfal quebrado. Conservam-se ainda, nas antigas dependências conventuais, várias marcas epigráficas, e há notícia da existência, sob a nave, de sepulturas antropomórficas (ALMEIDA, 1942, p. 18). O acesso ao mosteiro é feito através de uma calçada certamente tardo-medieval, assinalando-se ainda, nas proximidades, uma ponte sobre o rio Dão, com certeza ligada ao mosteiro e à sua fundação. (RC) www.ippar.pt/pls/dippar/pat_pesq_detalhe?code_pass=155820 See where this picture was taken. [?]
  • License*: Attribution-NonCommercial-ShareAlike License - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Mosteiro do Santo Sepulcro - Trancozelos - Portugal
Mosteiro do Santo Sepulcro - Trancozelos - Portugal
  • Author: Portuguese_eyes Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2013-08-05 09:52:02
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'40"N - 7°41'49"W
  • A fundação do Mosteiro de Santo Sepulcro, o primeiro da Península Ibérica desta ordem canónica e militar, deve-se à iniciativa de D. Teresa e remonta aos início da nacionalidade. O mosteiro e a povoação, que então passou a ser denominada por Vila Nova do Santo Sepulcro, cresceram durante as centúrias seguintes, beneficiando dos bens que lhe foram sendo doados (SILVA, 1988, p. 83). A este ciclo positivo sucedeu um outro, de decadência, que conduziu o mosteiro à dependência da Comenda de Sezures que, em 1492, ainda mantinha a ligação à segunda casa da Ordem do Santo Sepulcro, sediada em Águas Santas. Todavia, uma bula pontifícia de 1489 ordenara já a união do mosteiro do Santo Sepulcro à Ordem de Malta, razão pela qual se observam várias cruzes, características destes cavaleiros, na antiga cerca monástica (Processo de Classificação, IPPAR/DRC). Com a extinção das ordens religiosas, em 1844, a propriedade foi adquirida pelos Albuquerque, da Casa da Ínsua. As dependências do mosteiro foram transformadas em habitação, configurando uma "casa de pátio fechado", sobradada e com balcão, envolta pelos edifícios de apoio. A igreja, dedicada a Santa Maria de Águas Santas de Vila Nova do Mosteiro, encontra-se em precário estado de conservação (Processo de Classificação, IPPAR/DRC). Trata-se de um templo românico, de dimensões reduzidas, com fachada principal em empena truncada pela sineira, numa solução comum no Norte do país. O portal é definido por duas arquivoltas de volta perfeita com impostas salientes, uma das quais apresenta uma cruz da Ordem do Santo Sepulcro. No interior, de nave única, esta articula-se com a capela-mor através de arco triunfal quebrado. Conservam-se ainda, nas antigas dependências conventuais, várias marcas epigráficas, e há notícia da existência, sob a nave, de sepulturas antropomórficas (ALMEIDA, 1942, p. 18). O acesso ao mosteiro é feito através de uma calçada certamente tardo-medieval, assinalando-se ainda, nas proximidades, uma ponte sobre o rio Dão, com certeza ligada ao mosteiro e à sua fundação. (RC) www.ippar.pt/pls/dippar/pat_pesq_detalhe?code_pass=155820 See where this picture was taken. [?]
  • License*: Attribution-NonCommercial-ShareAlike License - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Mosteiro do Santo Sepulcro - Trancozelos - Portugal
Mosteiro do Santo Sepulcro - Trancozelos - Portugal
  • Author: Portuguese_eyes Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2014-04-28 22:26:34
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'39"N - 7°41'49"W
  • A fundação do Mosteiro de Santo Sepulcro, o primeiro da Península Ibérica desta ordem canónica e militar, deve-se à iniciativa de D. Teresa e remonta aos início da nacionalidade. O mosteiro e a povoação, que então passou a ser denominada por Vila Nova do Santo Sepulcro, cresceram durante as centúrias seguintes, beneficiando dos bens que lhe foram sendo doados (SILVA, 1988, p. 83). A este ciclo positivo sucedeu um outro, de decadência, que conduziu o mosteiro à dependência da Comenda de Sezures que, em 1492, ainda mantinha a ligação à segunda casa da Ordem do Santo Sepulcro, sediada em Águas Santas. Todavia, uma bula pontifícia de 1489 ordenara já a união do mosteiro do Santo Sepulcro à Ordem de Malta, razão pela qual se observam várias cruzes, características destes cavaleiros, na antiga cerca monástica (Processo de Classificação, IPPAR/DRC). Com a extinção das ordens religiosas, em 1844, a propriedade foi adquirida pelos Albuquerque, da Casa da Ínsua. As dependências do mosteiro foram transformadas em habitação, configurando uma "casa de pátio fechado", sobradada e com balcão, envolta pelos edifícios de apoio. A igreja, dedicada a Santa Maria de Águas Santas de Vila Nova do Mosteiro, encontra-se em precário estado de conservação (Processo de Classificação, IPPAR/DRC). Trata-se de um templo românico, de dimensões reduzidas, com fachada principal em empena truncada pela sineira, numa solução comum no Norte do país. O portal é definido por duas arquivoltas de volta perfeita com impostas salientes, uma das quais apresenta uma cruz da Ordem do Santo Sepulcro. No interior, de nave única, esta articula-se com a capela-mor através de arco triunfal quebrado. Conservam-se ainda, nas antigas dependências conventuais, várias marcas epigráficas, e há notícia da existência, sob a nave, de sepulturas antropomórficas (ALMEIDA, 1942, p. 18). O acesso ao mosteiro é feito através de uma calçada certamente tardo-medieval, assinalando-se ainda, nas proximidades, uma ponte sobre o rio Dão, com certeza ligada ao mosteiro e à sua fundação. (RC) www.ippar.pt/pls/dippar/pat_pesq_detalhe?code_pass=155820
  • License*: Attribution-NonCommercial-ShareAlike License - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
Vale da Ribeira de Coja - Portugal
Vale da Ribeira de Coja - Portugal
  • Author: Portuguese_eyes Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2013-08-05 09:51:16
  • Geographical coordinates of the taken: 40°39'1"N - 7°44'36"W
  • See where this picture was taken. [?]
  • License*: Attribution-NonCommercial-ShareAlike License - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
IMG_2444
IMG_2444
  • Author: oPendura Follow on flickr foto flickr
  • Date of photography: 2011-09-15 13:50:13
  • Geographical coordinates of the taken: 40°38'53"N - 7°43'47"W
  • License*: All Rights Reserved - photo in flikr foto flickr
    *The photographs are copyrighted by their respective owners.
photos found. 44. Photos on the current page: 15
1 
1
Back to top